fbpx

Novidades

Álvaro Garnero e Kako Perroy falam com exclusividade para a Elite Magazine sobre o John John Rocks 2020

Destaques / Hobbies / Homepage / LifeStyle / Música / NightLife / Todos / 26/12/2019

Álvaro Garnero e Kako Perroy contam em detalhes toda experiência do Réveillon John John Rocks e as novidades dos próximos anos.

Por Mari Moon


Como surgiu a ideia do Réveillon em Jeri? E por que a escolha deste local?
O Márcio Camargo, sócio do Restoque, é apaixonado por Jericoacoara e convidou nós 3 (Álvaro Garnero, Kako Perroy e Pedrinho Caldas) para realizarmos esse sonho dele. Daí o projeto virou o naming right do evento e desaguou em uma plataforma musical da marca John John. Eventos realizados: duas edições do John John Rocks, em Jericoacoara; Martin Garrix, no Anhembi, São Paulo; Solomun, no Rio de Janeiro; Bedouin, no Rooftop em São Paulo; Monolink na Floresta em São Paulo; e Fernanda Badhu, no Rio de Janeiro. O desmembramento da ideia de Jeri virou o nome John John Rocks, que acabou se tornando uma plataforma musical da marca John John Denin com esses eventos realizados em 2019.

Qual sua expectativa de geração de renda para a cidade, levando em conta, além do entretenimento, todo o setor de turismo?
A geração de renda direta e indireta para a cidade de Jericoacoara é de mais de 20 milhões de reais.

Além das festas, que outras atrações o público poderá desfrutar?
O público pode desfrutar também a Casa Uca (um restaurante refúgio incrível), aprender ou praticar kite surf, curtir o dia no beach club Fellini (parceiro exclusivo do John John Rocks) e visitar a lagoa do Paraíso, que achamos um dos lugares mais incríveis do planeta; além de mais de 30 passeios e pontos locais que dá para se impressionar em Jericoacoara.

Por que esta promete um conceito diferente e ser uma das principais festas de final de ano? Cite os diferenciais.
Nosso diferencial maior é o destino que é único e tipo a quarta praia mais bonita do mundo! Mas o grande diferencial é que trabalhamos com a convergência de conceitos musicais e artísticos dentro de uma linha homogênea nos dois palcos que teremos. A curadoria foi pensada para agradar todos os ouvidos mas sempre com muito estilo. Nosso evento é carbon free e totalmente sustentável nos materiais de cenografia até a coleta e tratamento de lixo e água dos banheiros. Tudo pensado para o impacto ambiental ser positivo e não ser negativo para a comunidade.
Nós buscamos o mercado internacional e não temos competidor no Brasil. Nossos competidores estão na Austrália, África do Sul ou México, onde a virada do ano é quente; e europeus e americanos vão aos montes. Esse público, nós estamos conseguindo, neste ano teremos mais de 500 pessoas do exterior no John John Rocks 2020; são pessoas que estão acostumadas a frequentar Tulum, Mykonos e Cape Town e que foram tocadas pela curiosidade de viver a experiência do nosso Réveillon. Temos a certeza absoluta que a edição de 2021 já estará marcada no calendário do jet set mundial como um hotspot de lifestyle único, um “must go”.

Como você avalia a atual situação do entretenimento no Brasil?
O Entretenimento no Brasil no meu modo de ver nunca esteve tão maduro; sejam os majors players como os menores. Todos estão organizados com calendários consistentes de eventos. A internet 3.0 elevou o nível do entretenimento com a quantidade de conteúdo que pode ser divulgado e informado aos consumidores. Os produtos viraram verdadeiras experiências de convergências de segmentos do entretenimento como musicais, turismo, gastronomia, esporte e arte. Tudo em um mesmo produto de entretenimento onde o consumidor vivencia em um mesmo momento, ou semana ou final de semana.

Quais são as ideias e projetos para os próximos 5 anos?
Temos confirmado o John John Rock para os próximos três anos e temos certeza que iremos surpreender nosso público cada vez mais. Além disso teremos muitas grandes novidades no mercado de entretenimento a partir de 2020. Nos aguarde!


Tags:, , , ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Air Europa cresce 15% no mercado brasileiro, em 2019

Próximo Post

Férias no Txai Itacaré: programação para todas as idades e gostos





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Air Europa cresce 15% no mercado brasileiro, em 2019

Novas rotas, nova frota e reestruturação interna marcam ano de sucesso da companhia no país Enquanto a indústria do turismo...

26/12/2019