fbpx

Novidades

Nada Gogo: os segredos da região que é a maior produtora de saquê do Japão

Life by Vivara apresenta Life Shambalas

Santuário do Caraça é destino para estudantes de todo o país

Delta Air Lines anuncia acordo com IBM para experiência em computação em nuvem e plataforma de nuvem híbrida com a Red Hat

Nova cor da S 1000 RR chega ao mercado brasileiro

Montblanc anuncia Marco Tomasetta como diretor criativo

Elevando o conceito spa e relax, “Lush in the sky” investe em nova experiência convidando os hóspedes a dormirem nas nuvens

Universo do vinho chega ao Club House com bate papo mediado por especialistas

Blue Tree Hotels oferece serviços especiais para o Dia da Noiva

Land Rover anuncia modelo 2021 do Range Rover Velar com novo motor, design premiado e mais tecnológico

Ergonomia no Home Office: como preparar sua mente e espaço de trabalho para uma jornada mais produtiva

Do mar da Bahia para o mundo: Em formato digital e inédito, Camarote Salvador promove show histórico de Vintage Culture

Hotel Doral Guarujá firma parceria com L'Occitane

Palácio Tangará é o refúgio perfeito para staycation em São Paulo

Four Seasons reinventa seus restaurantes durante a pandemia e conquista 27 estrelas Michelin

BMW Rider Experience promove live com Bruno Corano

Ilha da Madeira radical: muita adrenalina no destino português

Sucesso na quarentena, delivery de bomboniere premium "Cinerama Gourmet" inaugura loja física em São Paulo

Experiências pet-friendly no Caribe

3 lugares imperdíveis para visitar na Patagônia Argentina

Artista paulista Robinho Santana assina a maior empena de arte do país

Destaques / Hobbies / LifeStyle / 16/10/2020

Obra foi entregue no último dia 4 em Belo Horizonte e faz parte do CURA – Circuito Urbano de Arte

Robinho Santana para o Cura; Área de Serviço

A 5ª edição do CURA (Circuito Urbano de Arte) foi histórica. O festival entregou para BH a maior empena de arte do Brasil, a de Robinho Santana no Ed. Cartacho (rua dos Tupis, 38) com 1.892m2 (33,20m de largura X 47,80m de altura). Esta foi apenas a segunda empena pintada pelo artista, com o dobro do tamanho da primeira.

Na preocupação em fazer algo que fosse condizente com o tamanho e a importância de pintar a maior empena do festival, o artista de Diadema não encontrou nada em suas pesquisas e vivências mais grandioso do que a força de uma mãe preta. E é por isso que a imagem de uma mulher negra carregando duas crianças agora faz parte do horizonte da capital mineira.

“Quero reconhecer e homenagear meus heróis ainda vivos, que, em sua grande maioria, são pessoas simples. É importante que pessoas que entrarem em contato com essa obra também se vejam, se reconheçam e se potencializem através da grandeza” explica Robinho.

Este trabalho é uma ode a um Levante Negro, um desejo de que outras pessoas oriundas de lugares periféricos como Robinho também pintem as maiores empenas em festivais pelo mundo. Este trabalho carrega diversos significados, mas o artista, particularmente, quer comentar sobre força, e tudo isso personificado na imagem de uma mãe, segurando duas crianças.

Anteriormente, o maior mural do festival pertencia à artista argentina Milu Correch e sua pintura de 1.792 m² na parede lateral da Garagem São José. Prédios vizinhos, Itamaraty e São José formam, agora, uma esquina icônica para a arte urbana com quase 4.000 m² pintados.


Tags:, , ,



Elite Magazine




Post Anterior

Bares, restaurantes e hotéis inovam em iniciativas e experiências ao consumidor

Próximo Post

Japan House São Paulo apresenta Japonésia, uma expedição no Japão pelo olhar de Naoki Ishikawa





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Bares, restaurantes e hotéis inovam em iniciativas e experiências ao consumidor

Locais apostam em segurança e criatividade para manter a retomada dos setores de bares, restaurantes e hotéis em São Paulo...

16/10/2020