fbpx

Novidades

Volvo Car Brasil avança entre os híbridos e ocupa mais de 71% entre os modelos plug-in hybrid

Transforme 2021 no ano do autocuidado com dicas de bem-estar do Four Seasons

Porsche mantém sucesso nas vendas no 1° trimestre de 2021

Processo Seletivo da Portland é expandido para todo o Brasil

Península Valdés: voltaram as orcas que encalham de propósito para comer

Land Rover apresenta o Discovery 2021, o SUV familiar versátil, com novo design, mais eficiência e conectividade

Eataly apresenta descontos especiais pós-Páscoa

Emirates reafirma foco no cliente em recentes atualizações de políticas

Estreia mundial online do Audi Q4 e-tron

FIEVER lança sua campanha de inverno21

Audi A6 tem nova versão com premiado motor 2.0 disponível para o mercado brasileiro

Lavvi e Versace Home apresentam parceria no Brasil

Férias com os pets: uma prioridade para os viajantes se divertirem com seus animais de estimação

Votorantim Cimentos aumenta a presença de mulheres na sua Governança Corporativa

Saiba como usar três novos recursos do Galaxy Tab S7 para aprimorar a conectividade e facilitar a rotina

Vivara apresenta nova Coleção Vivara V com Gisele Bündchen

Freixenet sugere drinks com Cavas para o Outono em parceria com o mixologista Alê D’ Agostino

Rede Tierra Hotels lança informativo sobre os pumas, verdadeiras atrações turísticas da Patagônia Chilena

Três rotas do vinho pouco conhecidas na Argentina

Passageiros do Scenic Eclipse poderão assistir a eclipse solar a bordo

Como a pandemia pode mudar a decoração e arquitetura das casas

Arquitetura e Design / Destaques / Homepage / LifeStyle / Todos / 26/05/2020

Simonetto indica possíveis tendências de decoração para o período pós-coronavírus

Com proporções mundiais, a epidemia do coronavírus causou uma mudança significativa em nossos hábitos e costumes. Cuidados que antes passavam despercebidos e que não faziam parte da rotina – como trocar o calçado usado para caminhar nas ruas por um par de chinelos ao entrar em casa – começaram a fazer parte dessa nova realidade. E é muito provável que com o tempo essas mudanças deixem de ser apenas comportamentais e comecem a se refletir em outras áreas, como na arquitetura e decoração das casas, por exemplo.
Você sabia que as casas modernas, com janelas e entradas de ar em todos os cômodos, como as que estamos acostumados a ver hoje, só se tornaram padrão depois de grandes epidemias como a gripe espanhola e a tuberculose? Antes disso, era muito comum a existência de quartos sem janelas. Quando foi constatado que esse tipo de local aumentava as chances de propagação de doenças, esses cômodos passaram a ser proibidos.

Foi nessa época, por volta do século XIX, que as pessoas entenderam que a contaminação estava associada a higiene. Outras mudanças como a instalação de azulejos para facilitar a limpeza da cozinha, começaram a ser observadas.

Refletindo sobre o assunto, já podemos começar a nos questionar sobre quais serão as possíveis modificações que poderemos observar nas residências depois do Covid-19. E a Simonetto, empresa de móveis planejados especialista quando o assunto é arquitetura e decoração, traçou um panorama com algumas possibilidades. Confira:

– Móvel para guardar sapatos nas entradas das casas. Muito comum na decoração de residências em países asiáticos, a presença de uma sapateira ou móvel para guardar os sapatos dos visitantes antes de entrarem em casa pode ser uma das tendências no pós-coronavirus. Além de higiênico, é uma forma de deixar as energias ruins fora do lar, segundo a tradição oriental.

– Maior presença de lavabos. Outra tendência possível é a da instalação de lavabos, para facilitar a higienização das mãos logo quando as pessoas entrarem em casa.
– Mais entradas de sol e janelas. Como já foi comprovado, manter a casa arejada ajuda a evitar a proliferação de vírus e bactérias. Por isso é muito importante que todos os cômodos tenham janelas ou entradas de ar.
– Cantinho das atividades físicas. Sempre em pauta, a importância dos exercícios físicos ficou ainda mais evidente com o coronavírus. Exercitar-se é superimportante para o condicionamento físico e a manutenção da imunidade. É por isso que separar um espaço especial para a prática deve se tornar recorrente nos projetos residenciais daqui para frente.
– Home office. Trabalhar em casa, que já era realidade para algumas pessoas, pegou outras desprevenidas e essas se viram obrigadas a criar um espaço de trabalho em casa de um dia para o outro. Momentos como esse em que vivemos mostram a importância de ter um local dedicado ao trabalho e estudo dentro de casa. É provável que as pessoas busquem cada vez mais projetos de home office, para otimizar o espaço e ter um local confortável e funcional.
Sobre a Simonetto

Fundada em 1987, a Simonetto conta com mais de 30 anos de experiência no mercado de móveis planejados para todos os ambientes residenciais e corporativos), closets, dormitórios, home theaters e home offices. Em todos os segmentos oferece soluções práticas para projetos de alta qualidade, dentro do conceito de personalização com 100% de aproveitamento do espaço em altura e largura. Um de seus grandes diferenciais é que realizam a entrega de seus móveis aos lojistas com frota própria, o que torna o processo mais ágil. Possui mais de 50 revendas distribuídas em 12 estados brasileiros. (http://www.simonetto.com.br)

Tags:,



Elite Magazine




Post Anterior

Aprenda como fazer um Sanduíche de Sorvete

Próximo Post

5 receitas de destinos para inspirar sua próxima viagem





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Aprenda como fazer um Sanduíche de Sorvete

Já pensou em unir o útil ao agradável? Aproveite para experimentar novas receitas nessa quarentena e faça um delicioso...

26/05/2020