fbpx

Novidades

Drinks do Seen São Paulo para refrescar o seu Verão

Com ou sem carnaval, resort em Maceió terá muita folia em fevereiro

Carnaval Ponta dos Ganchos Exclusive Resort 2021: concertos musicais na natureza, yoga na praia e tranquilidade como o momento pede

Comida de raiz: priorizando ingrediente nativos, restaurante Apó leva experiência emotiva a sua cozinha autoral

"Ceviche de Coco Verde" é uma deliciosa sugestão refrescante da Costa do Cacau

Circuito Litoral Norte lança novo conteúdo para Canal de Youtube

GR GROUP lança primeiro empreendimento greenfield de multipropriedade em Natal (RN)

A Regent Seven Seas Cruises® anuncia a maior promoção de upgrade de suíte de sua história

Natureza do Alentejo, em Portugal, é tão fascinante quanto seu patrimônio histórico

Emirates usa sua nova aeronave A380 com classe econômica premium em voos para Londres

Janeiro no Jurerê Open Shopping terá música, atividades físicas e atrações para as crianças

Amazônico reforça os sabores da Amazônia em menu assinado por Jhosy Bittencourtt e Adriano Cucato

Vila Galé Rio de Janeiro apresenta Sala e apartamentos “Clube Nep”

6 razões para visitar Jackson Hole assim que as fronteiras dos EUA abrirem

Anguilla: uma das primeiras ilhas Covid-Free do Caribe

Verão na Mantiqueira

Ovo Beach, em Punta del Este reabre e inicia temporada de verão 2021

Recife é o destino nacional mais procurado pelos brasileiros em 2020, segundo pesquisa do ViajaNet

Verão na Mantiqueira: conheça o Botanique Hotel&SPa, em Campos do Jordão

Grand Hyatt Rio de Janeiro apresenta pacotes para o verão

Consumo de vinhos portugueses cresce no mercado brasileiro

Destaques / Gastronomia / Homepage / LifeStyle / 01/12/2020

 

Recente pesquisa aponta que o Brasil é o maior comprador de vinhos da região do Alentejo, em Portugal. Empresas reforçam seus portfólios com vinhos da região

 

A longeva relação entre Brasil e Portugal segue fortíssima até os dias de hoje quando o assunto é vinho. O Brasil é um dos maiores importadores de vinhos portugueses, em especial, os produzidos na região do Alentejo.

Segundo pesquisa realizada pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), o Brasil é o maior comprador de vinhos da região, tendo apresentado, inclusive, um aumento de 7% nas vendas em volume no primeiro semestre de 2020. Em números absolutos, o volume anual chega à marca de impressionantes 4 milhões de litros de vinho oriundos do Alentejo.

Esse movimento leva muitas importadoras a voltarem seus olhos para esse mercado. A MMV, importadora de vinhos situada em Curitiba, é uma dessas empresas que estão reforçando seu portfólio com rótulos portugueses.

O sommelier Jonas Martins, gerente comercial da MMV, escolheu três rótulos da vinícola Casa Clara para compor o portfólio da empresa. São vinhos da antiga vinícola Monte da Capela, que recentemente foi adquirida pela Casa Clara, de propriedade da família Roque do Vale e situada na sub-região de Moura, no Alentejo, conhecida pela produção de vinhos mais intensos, bem acabados e de consumo descomplicado.

A primeira escolha foi o Monte da Capela Branco Reserva 2018. Este vinho de cor amarelada é produzido com 50% de uvas da variedade Antão Vaz e 50% de Arinto, apresentando um aroma de frutas frescas amarelas, toques de casca de laranja e um saboroso aroma de baunilha, fruto de seu envelhecimento em barril de carvalho.

De alta acidez e estrutura marcante, o Monte da Capela Branca Reserva 2018 acaba de ser laureado com a medalha de ouro na 8ª edição do concurso dos Melhores Vinhos do Alentejo, concurso realizado nas novas instalações da Rota dos Vinhos do Alentejo, em Évora, e composto por um selecionado júri com 15 enólogos representantes de várias instituições, como a “Provadores da Associação Portuguesa de Enologia” e a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).

 

Outro rótulo aguardado é o Popular Tinto, vinho com aromas de frutas vermelhas e leve toque de especiarias. Produzido com três tipos de uvas diferentes (50% Trincadeira, 30% Aragonez e 20% Alfrocheiro), o nome do vinho “Popular” remete à sua forma agradável e redonda à boca, o tipo de vinho que os portugueses normalmente apreciam no dia a dia.

A importação do vinho não é à toa. “Com o aumento do consumo de vinhos no Brasil e o crescente interesse pelo tema, resolvemos trazer um rótulo que possa ser tornar popular na mesa dos brasileiros”, argumenta Jonas Martins.

 

O último vinho é o tinto Herdade da Capela Private Selection, safra 2014. Este é um vinho mais requintado que o Popular, o que faz com que seu preço seja um pouco mais elevado. Com aromas de frutas vermelhas e escuras maduras, como ameixa, amarena e compota de framboesa, ele tem um leve toque de canela. Com fermentação em temperaturas altas para maior extração e sem filtrar, o vinho envelhece seis meses em barris de carvalho, sendo muito potente e vivo à boca, com taninos marcantes e álcool bem integrado.

“Queremos mostrar ao mercado brasileiro que os vinhos de Portugal vão muito além do que vinhos do Porto. Existem muitas outras regiões, como a do Alentejo, que entregam produtos de extrema qualidade”, reforça Jonas Martins.

Os vinhos da Casa Clara, assim como as outras opções da MMV, podem ser checados em: https://www.mmvinhos.shop

 

 

 

 

 

 

 


Tags:, , ,



Elite Magazine




Post Anterior

Panettone Felice e Maria recupera a originalidade da tradição natalina

Próximo Post

Atlantis Paradise Island retoma as operações em 10 de dezembro de 2020, nas Bahamas





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Panettone Felice e Maria recupera a originalidade da tradição natalina

Com assinatura de Massimo Ferrari, pão doce italiano já pode ser encomendado e adquirido no club gourmet do respeitado...

01/12/2020