Novidades

Descubra as maravilhas da Suíça no verão

Homepage / Todos / Viagens / 25/04/2018

Campanha do Switzerland Tourism propõe diversas experiências para o viajante curtir a estação mais vibrante do ano

No verão, as maravilhas naturais da Suíça – extensos vales emoldurados pelas majestosas montanhas dos Alpes e uma série de lagos –, sem contar as cidades que são lindas e superorganizadas, ficam ainda mais irresistíveis, convidando os visitantes para explorações outdoor além das atrações compostas por inúmeros festivais e eventos. Para ajudar os turistas a se programar para a estação mais vibrante do ano, o Switzerland Tourism, escritório oficial de promoção turística no Brasil, selecionou algumas experiências imperdíveis.

As key stories de verão seguirão o tema “Back to Nature”, reunindo experiências ao ar livre que inspiram os visitantes a descobrir a Suíça pelo viés de suas belezas naturais. Assim, o foco são as rotas de bicicleta, que vão de singelas pedaladas nas ciclovias das pitorescas cidades suíças a percursos radicais de mountain bike nos Alpes. Mas não é só: a iniciativa também propõe uma viagem pelos inovadores conceitos gastronômicos praticados nos restaurantes de Zurique e sugere, em vários outros cantos do país, passeios charmosos e aulas e degustações de queijos e chocolates, as delícias suíças por excelência, além de vinhos surpreendentes.

Suíça sobre duas rodas
Não bastassem os impressionantes 12 mil quilômetros de ciclovias sinalizadas, na Suíça os bikers encontram toda uma diversidade cultural e cênica enquanto circulam sobre duas rodas, em percursos que podem ser feitos na cidade; nas estradas (mais informações em MySwitzerland.com/roadcycling), passando por colinas suaves e pelos dramáticos passes alpinos, dos quais 17 situam-se acima de 2 mil metros de altitude; e nas montanhas (informações em MySwitzerland.com/mtb), que rendem tanto descidas emocionantes por trilhas nos Alpes como percursos moderados pelos pré-Alpes e ao redor de lagos cintilantes. Não importa se o viajante quer apenas uma pedalada descontraída ou um desafio épico: na Suíça ele encontrará diversas rotas incríveis e perfeitamente sinalizadas, além de hotéis que oferecem o melhor serviço para o ciclista e sua “magrela”, como lugares para guardá-la, limpeza de artigos esportivos e pessoal preparado para dar informações sobre as rotas. Esses meios de hospedagem podem ser pesquisados em MySwitzerland.com/bikehotels.

A gastronomia inovadora de Zurique
Qualquer que seja o roteiro em terras suíças, Zurique é a porta de entrada para os encantos do país, especialmente para quem chega de avião. Metrópole dinâmica, com infraestrutura excepcional, vida noturna diversificada e rico patrimônio cultural, a cidade ainda exibe conceitos únicos de restaurantes e ideias gastronômicas inovadoras, como o primeiro “restaurante no escuro” do mundo: o Blindekuh abriu as portas em 1999 e, desde então, foi mundialmente replicado. Na região de Zurich-West, o Frau Gerolds Garten fica entre edifícios de escritórios modernos e fábricas antigas – um oásis urbano onde, no verão, um restaurante ao ar livre divide espaço com um jardim, lojas e arte. Ali perto, os arcos de um viaduto histórico foram transformados em lojas e mais restaurantes, a exemplo do Viadukt, com um cardápio de pegada leve e saudável. A propósito, Zurique é um paraíso para vegetarianos e veganos: a cidade abriga o restaurante vegetariano mais antigo do mundo, o HausHiltl, de 1898, com pratos que passeiam pelos sabores do mundo todo, e ele ainda oferece aulas de culinária. Porém, a passagem pela cidade não fica completa sem uma degustação dos deliciosos chocolates suíços – é preciso provar também a hüppen, biscoito recheado de creme de chocolate e especialidade local. O negócio, então, é visitar a fábrica da Lindt, onde um maître chocolatier mostra como saborear o chocolate com os cinco sentidos. Ou, então, fazer algum dos muitos tours que Zurique dedica a essa doce iguaria.

A Riviera suíça: très gourmand
Montreux e Lausanne, às margens do Lago Genebra, estão entre as cidades suíças mais famosas. E saborosas. Montreux abriga o badalado Festival de Jazz, que todos os anos, em julho, faz ferver a cidade, e é de lá que parte o Trem do Chocolate (de maio a outubro) e o Trem do Queijo (de janeiro a março). O primeiro visita Gruyères, terra do laticínio homônimo, e a fábrica da Cailler-Nestlé, em Broc, com direito à degustação de chocolates. Já o Trem do Queijo leva a Château-d’Oex, onde os participantes aprendem como o leite é processado em queijo e, em seguida, saboreiam uma deliciosa fondue orgânica servida em um restaurante local. O que pouca gente sabe é que aquelas redondezas, mais especificamente a região de Lavaux, são repletas de vinhedos, os quais são considerados Patrimônio Mundial da Unesco. Distribuídos em uma superfície de 800 hectares em forma de terraços, os parreirais podem ser vislumbrados em um tour a bordo do Trem do Vinhedo, que parte da estação de Chexbres-Village e faz paradas ao longo do caminho, onde os participantes percorrem uma trilha educativa, que conta a história dos vinhedos e especifica as variedades de uvas cultivadas ali, e, claro, provam os preciosos vinhos locais no Vinorama, um centro de degustação bem em meio à plantação de uvas.

Passeio de iate em Lucerna. E experiência na neve também
No verão, Lucerna, às margens do lago homônimo, oferece um tour glamouroso: um passeio a bordo do moderno iate MS Saphir. Com características únicas com o teto reversível no convés superior, terraço aquático no convés principal e mobiliário customizado, a embarcação proporciona uma deliciosa experiência de luxo. Pegue o audioguia informativo, disponível em português e em mais dez línguas, e aproveite as informações sobre as principais atrações da Baía de Lucerna à medida que elas se revelam. E não é porque é verão que o turista não tem direito a curtir uma experiência na neve – e, de quebra, cheia de emoção. Acessada pelo teleférico Ice Flyer, a Titlis Cliff Walk é uma cênica e estreita ponte suspensa construída no alto da montanha Titlis, que se estende por cem metros a 3.041 metros de altitude e a 500 metros do chão, na qual o visitante precisará de nervos tão fortes quanto os cabos de aço que sustentam a estrutura. A travessia começa em um túnel subterrâneo escavado na formação rochosa e desemboca na ponte, que termina em uma plataforma de observação com uma parede de vidro e descortina um visual estonteante dos Alpes.

Mais delícias e pedaladas na região de Berna
Tanto quanto o leite, o encanto da paisagem montanhosa e as histórias que envolvem a fabricação do queijo caracterizado por ser cheio de buracos também são ingredientes importantes para a produção do verdadeiro emental, que teve origem na região de Berna. No vilarejo de Affoltern, vale visitar o Emmental Show Dairy, que mostra o processo de feiúra do queijo tanto da maneira artesanal como por métodos mais modernos. O espaço reúne dois restaurantes que servem especialidades regionais e lojas, que vendem de souvenires a doces e, claro, o especialíssimo queijo emental. Outra experiência literalmente deliciosa no Vale do Emental é a realizada na fábrica da centenária Kambly, a marca de biscoitos mais popular da Suíça, situada em Trubschachen. Além de comprar todas as opções de bolachas da empresa – são mais de cem variações! – e fazer um pit stop na cafeteria local, ali crianças e adultos participam de oficinas comandadas pelos mestres confeiteiros da Kambly e ajudam a assar e decorar bolachinhas e pretzels. Para descobrir a vizinhança de maneira ativa, aproveitando os dias quentes e longos do verão, aposte nas bicicletas elétricas (e-bikes), alugadas em pontos como Berna, que, em maio de 2018, inaugura seu sistema público de compartilhamento de bicicletas, o PubliBike.

Eventos
Uma programação variada de atividades durante os dias mais quentes do ano ajuda a tornar a viagem à Suíça ainda mais movimentada a partir de abril. Entre as opções há exibições de arte, feiras, festivais, atividades gastronômicas e muito mais. A 21ª edição do show de rock SnowpenAir, por exemplo, ocorre em 7 de abril, em KleineScheidegg, tendo a escocesa Amy Macdonald como a atração principal. Já os amantes da literatura têm a chance de participar do 23º Festival Internacional de Literatura, em Leukerbad, de 29 de junho a 1º de julho.

Aqueles que apreciam um bom uísque podem provar variedades da bebida de todo o mundo durante os dois dias do Jungfrau Whisky Festival, em Intelaken, em 4 e 5 de maio. Já as crianças fazem a festa no Festikids Openair, em Fribourg, em 11 de junho. A agenda completa pode ser acessada no link https://www.myswitzerland.com/en-ch/service-updates/events.html.

Exibições de arte
11.06.18 – 16.06.18 – Grindelwald – LandArt – Festival 2018 – www.landart-grindelwald.ch

Feiras e exposições
14.04.18 – 22.04.18 – Lucerna – Fumetto – Festival Internacional Comix – www.fumetto.ch

06.12.17 – 03.06.18 – Berna – Klee durante os Anos de Guerra – www.zpk.org/

Festivais e musicais
05.07.18 – 22.07.18 – Zurique – Live at Sunset – Zurique Dolder – www.liveatsunset.ch

02.08.18 – 12.08.18 – Genebra – Festival de Genebra 2018 – www.geneve.com/en/object/627039.


Tags:, , , , , , ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Four Seasons Jet anuncia roteiro pela América Latina

Próximo Post

Quintas-feiras com aperitivos e coquetéis italianos tradicionais no Principe Bar





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Four Seasons Jet anuncia roteiro pela América Latina

Itinerário parte de Miami para as Américas Central e do Sul, e inclui visita às Cataratas do Iguaçu Four Seasons Hotels...

25/04/2018