fbpx

Novidades

Estudo expandido realizado pelo Simon Shopping Destinations revela que compras físicas têm menor impacto ambiental

Destaques / LifeStyle / Todos / Viagens / 17/01/2020

Ao atualizar um estudo da Deloitte de 2016, a rede descobriu que fazer compras em um shopping é aproximadamente três vezes mais ambientalmente sustentável

O Simon Shopping Destinations, líder global em destinos de compras, restaurantes e entretenimento atualizou um estudo realizado pela Deloitte em 2016, avaliando as emissões de gases de efeito estufa associadas a todos os materiais, energia e resíduos atribuíveis a um produto em seu ciclo de vida.

Simon atualizou a análise com novos dados para incorporar tendências recentes no comportamento dos compradores. Para garantir a comparabilidade, a simulação foi feita com a mesma cesta de produtos tanto on-line como em um local físico. Os resultados mostraram que as compras em um shopping são aproximadamente três vezes mais sustentáveis para o meio ambiente, em comparação com o estudo original de 2016, devido a mudanças no comportamento do consumidor. Vários fatores, incluindo maior número de devoluções e embalagens adicionais, contribuíram para o impacto ambiental negativo da compra on-line.
“O que esta atualização mostra é como as escolhas do consumidor influenciam significativamente os impactos da sustentabilidade ambiental. Como clientes, se pudermos combinar compras e fazê-lo conscientemente, seremos capazes de reduzir os recursos de transporte associados a várias entregas e devoluções de produtos”, disse Kyle Tanger, diretor geral de sustentabilidade da Deloitte.

Estas são algumas das principais conclusões do estudo:
– A compra on-line gera cinco vezes mais produtos devolvidos, o que aumenta significativamente o impacto ambiental. Uma extensa pesquisa mostra que aproximadamente 40% das compras on-line são retornadas em comparação com 7% no caso de lojas físicas;
– A compra on-line cria cinco vezes mais emissões de embalagens (caixas de papelão, plástico bolha, etc) em comparação às emissões associadas ao uso de sacos plásticos ou sacolas de papel que os consumidores geralmente levam para casa do centro comercial;
– Os compradores compram, em média, três produtos e meio por ida a centros de compras e visitam outros lugares no caminho, que costuma ser chamado de “viagem encadeada” e reduz as emissões porque sua viagem é dividida em várias paradas.
“Simon continua focado em melhorar a sustentabilidade de suas propriedades. Por meio de cuidadosa eficiência energética e investimentos em energia renovável, reduzimos as emissões de gases de efeito estufa em nossas propriedades em mais de 21% em cinco anos. No entanto, compras sustentáveis só podem ser alcançadas em colaboração com lojas e consumidores”, disse Mona Benisi, vice-presidente de sustentabilidade do Simon. “Equipados com as informações deste estudo, os consumidores podem estar mais conscientes da maneira como compram, como devolvem mercadorias e como planejam suas viagens ao shopping. Como resultado, eles podem não apenas reduzir seu impacto ambiental, mas também aumentar o prazer de fazer compras, tornando-a uma experiência compartilhada”.
Para saber mais sobre Simon Shopping Destinations, acesse br.simon.travel

Tags:, ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Dj Pedro Sabie agita virada do ano na Bahia

Próximo Post

Salvatore Ferragamo apresenta o Gancini 2.0





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Dj Pedro Sabie agita virada do ano na Bahia

Destaque no mercado noturno paulista, nome à frente da Stage Produções comandou o agito de duas festas em Trancoso Pedro...

17/01/2020