Novidades

Flapper disponibiliza voos compartilhados durante o Carnaval

LifeStyle / Todos / Viagens / 09/02/2018

Aplicativo de transporte aéreo opera durante o feriado com destinos saindo de São Paulo para o Rio de Janeiro e Angra dos Reis

Quem quer viajar durante o Carnaval com conforto e exclusividade, pode aproveitar essa boa notícia: a Flapper, startup de voos compartilhados, para atender a alta demanda durante o período de folia vai oferecer três voos adicionais para o Rio de Janeiro, incluindo um voo de jato com destino ao Aeroporto Santos Dumont, além dos já existentes voos do trecho SP-RJ, direcionados para o Aeroporto de Jacarepaguá.

Já para quem optou pelo litoral fluminense, como Angra dos Reis, a marca oferecerá três voos diários nos finais de semana antes do Carnaval. O serviço tem saída do Aeroporto Campo de Marte, na capital paulista, através da aeronave Cessna Caravan Grand, com espaço até 9 passageiros. A escolha dessa aeronave se deu ao seu espaço incomparável, de até 400kg. A pesquisa feita pela startup mostrou que o passageiro desse destino transporta até duas vezes mais bagagem do que os passageiros do trecho RJ-SP e a Caravan se encaixa perfeitamente nessa operação.

Os passageiros de ambos os destinos contam com acesso ao longe VIP da Flapper, na ida e na volta, com café e espumante cortesia da marca. O serviço de bordo inclui bebidas, lanches e frutas frescas. O passageiro pode chegar até 15 minutos antes do embarque, feito diretamente pelo hangar dos parceiros da marca, com destaque para a Icon Aviation – uma empresa que nasceu com fusão da Global e a CB Air. Um dos diferenciais da startup em comparação à aviação comercial, é que a Flapper permite o transporte de animais ao bordo. Voando com a marca, os passageiros podem levar seus pet’s numa caixa especializada para transporte de animais. O animal viaja na parte traseira do aeronave e é separado do resto de passageiros.

Os voos da Flapper têm os valores de R$600-700 (SP-Angra) a R$750-850 (SP-RJ). Os horários podem ser conferidos diretamente no aplicativo da empresa, porém somente os primeiros dois passageiros fixam a hora exata de saída. Tudo isso para atender melhor as necessidades de clientes e atingir os requerimentos da ANAC. Atualmente, a Flapper não pode operar sob ligação sistemática (LAC) e a saída de voos depende do sucesso do modelo “crowdsourcing”, onde horários são sempre conferidos pelos passageiros. A empresa garante a decolagem a partir de 2 passageiros e realizou mais de 50 voos compartilhados desde do seu lançamento oficial no novembro do ano passado. A taxa de ocupação média aumentou de 30% no dezembro para 65% no janeiro. Graças às futuras integrações com sistemas de meta-busca, a ser lançadas em março, a Flapper pretende atingir a taxa média de 90% de ocupação e lançar voos diários para Rio de Janeiro em abril.

www.flyflapper.com


Tags:, , , , ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

TETTO bar apresenta Matheus Cunha como novo mixologista

Próximo Post

el Carbón inaugura em São Paulo





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

TETTO bar apresenta Matheus Cunha como novo mixologista

São mais de 20 drinks no menu acompanhados por inovadoras receitas inspiradas na culinária fusion O TETTO bar está...

09/02/2018