Novidades

Kako Perroy: Talento para ganhar dinheiro

Destaques / Homepage / Todos / 14/01/2019

Empresário desenvolveu um olhar diferenciado para o entretenimento no Brasil e destaca as novidades para o segmento de hospitalidade

Kako Perroy não dá ponto sem nó. Aos xx anos, bem nascido, poderia ter escolhido o caminho mais fácil e sem maiores preocupações. Mas o empresário não desperdiça nenhuma chance de fechar um bom negócio e expandir seu leque de atuação. Figura fácil em colunas sociais, Kako começou a carreira como cineasta, mas se encontrou no mercado de festas ao ser convidado para trabalhar com Zé Victor Oliva, em 1998. “A partir daí, comecei a entender o que poderíamos proporcionar para as noites de São Paulo”, afirma.

Em 2000 começou a operar a Disco, reduto do público jovem da elite paulistana. A exposição e o sucesso com o estabelecimento rendeu uma nova sacada de negócios. Ao lado de grandes nomes como Álvaro Garnero e Rico Mansur, vislumbraram um nicho de mercado chamado dinning club. “Era um lugar no qual você ia pra jantar e acabava ficando pra dançar. O lugar se transformava em um clube. Não tinha nenhum no Brasil”, explica.

Assim trouxeram esse conceito com o Café de La Musique, restaurante-boate que consegue atingir diversos perfis de público e faixas etárias. “Hoje, são 17 casas em funcionamento, sendo oito delas com operações por temporada”, completa. Em Floripa, por exemplo, o Café colocou a cidade no cenário internacional. Algumas modelos, como a Alessandra Ambrósio e Gisele, ajudaram muito nesse processo. “Temos um público VIP e cativo, o segredo é saber manter”, destaca Perroy.

 

Kako ainda comanda com José Victor Oliva o Camarote nº 1 no Sambódromo – o camarote mais disputado do carnaval carioca, e também é sócio do Café Society, com o compositor Seu Jorge e o empresário Dinho Diniz.

Conforme destaca o empresário, o mercado de entretenimento no Brasil pode ser democrático e lucrativo. Mas, para se dar bem no segmento, é preciso apresentar ao cliente sempre algo novo.  Nesse cenário, Kako e seus sócios estabeleceram um elo entre os empreendimentos e seu público, de modo que percebam e reconheçam uma identidade e um conceito de hospitalidade por trás de cada detalhe.

“Conseguimos ter algo no Brasil que não existia aqui. Nos tornamos uma rede de empresas de hospitalidade, não é só entretenimento. São dezenas de beach clubs, cafés, restaurantes, além de festas nos lugares mais cobiçados do mundo”, ressalta o empresário.

Hoje a ascensão do mercado de turismo e hospitalidade no Brasil já é perceptível, mas ainda tem muito a ser explorado. “Estamos reformando nossa unidade em Barra Grande, no litoral sul da Bahia, um novo pólo de entretenimento que eu tenho certeza que vai dar certo. Vai ficar parecido com Jurerê Internacional. É um lugar maravilhoso”, destaca. “Também estamos construindo hotéis no Cumbuco, no Ceará, e tende a se tornar referência em turismo de luxo do Brasil”, conclui.


Tags:, ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Virtuoso revela principais tendências em viagens de luxo para o final de 2018

Próximo Post

TETTO Rooftop Lounge reabre com jazz ao vivo, DJs renomados, culinária fusion e drinks exclusivos





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Virtuoso revela principais tendências em viagens de luxo para o final de 2018

A rede global de viagens de luxo Virtuoso®, reconhecida como uma das principais especialistas em tendências do setor,...

11/01/2019