Novidades

Navegando entre obras de arte

Arquitetura e Design / Destaques / Hobbies / Homepage / Objetos de Desejo / Todos / Viagens / 06/12/2018

Sim, são Mirós autênticos – Les Perseides e The Seers, os seis quadros que decoram o Grand Bar, no Marina, navio da Oceania Cruises, assim como sim, são de Picasso os 15 desenhos produzidos pelo gênio espanhol entre 1931 e 1968, que se espalham por esse e outros espaços do navio.

 

A coleção de arte da Oceania Cruises é uma variedade de obras-primas reunindo nomes como Picasso e Miró, bem como joias de artistas emergentes como Li Dominguez Fong e Carlos Luna, entre muitos nomes cubanos, ou o catalão Eduardo Arranz -Bravo e também de um brasileiro, Mauricio Barbato, com sua visão especial do Amazonas. Abrangendo épocas do clássico ao contemporâneo e métodos que vão da pintura à escultura de vidro soprado, a grandiosidade da coleção nunca foi vista antes no mar.

Desde o início do projeto do Marina e, em seguida, seu” irmão”, Riviera, Frank del Rio e Bob Binder, cofundadores da Oceania Cruises trabalharam para criar a sensação de uma luxuosa casa particular, na qual os hóspedes se sentiriam imediatamente confortáveis em meio a um elegante refinado bom gosto, e ainda assim, descontraído. Eles mesmos selecionaram a maioria dos tecidos, móveis e luminárias nos navios. Com relação às obras de arte, tiveram uma abordagem semelhante, na esperança de montar uma coleção como a que um colecionador particular pode acumular durante um período de décadas e expor na sua casa. Visitaram galerias, exposições, leilões de arte para adquirir a coleção avaliada em cerca de US$5 milhões, em cada um dos navios, que hoje pode ser desfrutada por todos os 1250 hóspedes dessas embarcações. Como resultado, as obras abrangem eras e gêneros e representam um conjunto internacional de talento, da arte náutica do século XIX de Thomas Buttersworth à moderna arte pop de Damien Hirst, passando pelo modernismo cubano de Cundo Bermudez, pelo fotorealismo de Luis Armando Zesatti, pelo surrealismo de Serge Van Khache, pelo instigante traço de Daniel Adel. Obras expostas nos muitos espaços dos navios: nos restaurantes, nos salões, cassino, corredores, recepção, junto aos elevadores, no hall das escadas. Todo de forma harmoniosa. Como na casa de um colecionador.

Art Audio Tour a bordo
Para aproveitar ainda mais as obras de arte a bordo no Marina e no Riviera é possível fazer um art áudio tour, como já é comum nos principais museus do mundo.
O Art Audio Tour tem roteiro gravado sobre cada uma das obras de arte e é acessível a qualquer idade- de adolescentes a adultos. No Marina o Audio Tour tem 28 paradas, com discrição e fatos interessantes sobre as obras de arte e no Riviera são 29 paradas em telas ou esculturas da coleção Oceania. Ao usar o equipamento o hóspede segue a ordem numerada das obras de arte e pode ouvir e parar quantas vezes desejar. A duração do tour é de aproximadamente 50 minutos e a locução é em inglês. O equipamento também pode ser utilizado por quem tenha deficiência auditiva graças ao dispositivo i Loop ligado ao fone de ouvido. Quem desejar poderá solicitar os equipamentos na Recepção e nos Executive e Concierge Lounges. Além das obras incluídas no áudio tour os navios exibem muitas outras nos diferentes ambientes.


Tags:, , , , , , ,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

MOZART CRYSTAL ARMA LANÇAMENTO BADALADO NO RIO DE JANEIRO - POR PEDRO HERING BELL

Próximo Post

O maior encontro da Ferrari na América Latina se prepara para percorrer Brasil, Argentina e Paraguai





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

MOZART CRYSTAL ARMA LANÇAMENTO BADALADO NO RIO DE JANEIRO - POR PEDRO HERING BELL

MOZART CRYSTAL ARMA LANÇAMENTO BADALADO NO RIO DE JANEIRO POR PEDRO HERING BELL Depois de São Paulo e Curitiba chegou...

06/12/2018