fbpx

Novidades

Redescobrindo a Bélgica: Bruxelas e Valônia

Todos / Viagens / 12/01/2021

A Bélgica ainda é um destino pouco explorado pelos brasileiros. Mas, isso não significa que o país não seja imponente, glamouroso e possui uma gastronomia surpreendente. Ele é dividido entre duas principais regiões: Flanders (língua holandesa) ao norte e Valônia (língua francesa) ao sul. 

Hoje o nosso convite é para descobrir e redescobrir mais sobre a região da Valônia e a encantadora capital do país, Bruxelas. 

Bruxelas é para todo mundo. A cidade é um destino com história, patrimônio artístico, vida noturna vibrante, bosques, parques e muito cosmopolita por reunir cidadãos de mais de 100 países. Além de fartas opções enogastronômicas, que vão do waffles à cerveja. 

Redescobrindo a Bélgica: Bruxelas e Valônia

Valônia, terra de oportunidades

Situada próxima de Bruxelas, capital da União europeia, a Valônia ocupa uma posição estratégia no cruzamento de uma densa rede de comunicação, e formam, juntas, a parte da Bélgica onde se fala principalmente francês. Pulmão verde no coração da Europa, a região é uma terra privilegiada pelos investidores e visitantes estrangeiros.

“A Valônia convida o turista a visitar sua natureza preservada, seus castelos e fortalezas, suas zonas industriais reconhecidas como patrimônio mundial da Unesco, sem esquecer das deliciosas tradições culinárias. É uma terra rica de paisagens diversificadas e naturais. Florestas ardennaises, lagos e rios do Fagnes passando pelos castelos do Vale do Meuse e as pequenas vilas do Condroz sem esquecer os montes do Plateau Hennuyer e os diferentes parques naturais”, comenta Michel Del Giudice, embaixador cultural da Wallonia junto à AWEX (Agência de Promoção e Exportações da Valônia).

A região também oferece várias rotas de cerveja dentro de suas cinco províncias, onde operam 40% das fábricas da bebida nacional da Bélgica. Apesar de queijo e cerveja serem dois padrões culinários da valã, eles também têm uma cozinha extensa, incluindo pratos emblemáticos como o pastel de Gaume, o waffle Liège, duplo crepe de Binche ou Al’berduoille costeletas ao molho

“As cidades valãs possuem muitas atrações e receberão a todos de braços abertos. Entre as mais comuns, cito Namur e sua pequena vila (capital oficial da Valônia); Dinant, berço de Adolphe Sax; Waterloo e seu campo de batalha; Liège, a cidade do fogo; Charleroi que consagrou grandes nomes dos quadrinhos; Mons e sua praça principal; Nivelles e sua igreja colegiada; Bouillon, o Canton do Leste, Roche-em-Ardennes entre muitas outras repleta de histórias com tradicional culinária, fábricas de cervejas artesanais, abadias e mosteiros milenares”, finaliza Del Giudice.

A região também é conhecida pela inúmera quantidade de festivais de música (clássica, jazz, rock entre outros gêneros), natureza diversa composta por colinas, florestas, grutas, lagos e rios ideais para desfrutar de diversas práticas esportivas ao ar livre como: caiaque, ciclismo, golfe, vela, espeleologia, escalada.

Conheça um pouco mais sobre as regiões na live exclusiva realizada pela Elite Magazine com os representantes das regiões no Brasil:


Tags:, , , , , , , ,



Elite Magazine




Post Anterior

Meliá começa o ano dando vantagens que chegam a 40% de desconto e 20 mil pontos no Rewards

Próximo Post

Fuso Concept Hotel apresenta conceito de hospedagem privativa no litoral de Santa Catarina





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Meliá começa o ano dando vantagens que chegam a 40% de desconto e 20 mil pontos no Rewards

Promoção vale para hospedagens em diversos destinos Meliá no Brasil e no exterior O ano começa com a Meliá Hotels...

12/01/2021