fbpx

Novidades

Saiba como harmonizar o seu almoço de Páscoa com os vinhos da Casa Valduga

Destaques / Gastronomia / Homepage / Todos / 18/04/2019

A Páscoa está chegando e nada melhor do que reunir a família e os amigos para celebrar bons momentos.

Uma das experiências mais fascinantes é aliar o sabor das comidas típicas desta data com deliciosos vinhos. Os pratos à base de peixes e chocolates não podem faltar. Mas, como combinar cada receita com o vinho adequado? A Casa Valduga dá dicas das melhores harmonizações para que o almoço deste dia seja impecável e inesquecível.

O Bacalhau já é uma iguaria tradicional nas refeições de Páscoa. O saboroso peixe pode render diversas receitas e, consequentemente, muitas variações. Se sua família é fã dos petiscos e adora bolinho de bacalhau, o ideal é harmonizar com espumantes mais secos. Assim, que tal servir com o clássico Casa Valduga 130 Brut?

Se a tradicional bacalhoada é o prato escolhido para o dia, os vinhos tintos mais leves e frutados são uma excelente sugestão. Neste caso, é preciso ter cuidado com a seleção do rótulo, já que os taninos somados ao iodo naturalmente presente nos peixes podem deixar na boca um gosto metálico. Para não errar, escolha um delicado Pinot Noir, mostrando que vinhos tintos podem sim ser harmonizados com peixes.

Uma das características desta uva é originar vinhos com menor intensidade de cor e taninos moderados, sendo este o grande trunfo para torná-la a acompanhante perfeita do seu prato. Para isso, a indicação é o Casa Valduga Terroir Pinot Noir.

No entanto, se o prato da ocasião for o bacalhau à moda antiga, também conhecido como bacalhau no leite, o sabor delicado combina muito bem com vinhos brancos jovens e que apresentem boa acidez, como o Casa Valduga Terroir Exclusivo Viognier, que ressalta em seu aroma notas de pêssego, damasco e casca de laranja, envoltas por nuances de mel e flor de acácia.

Contudo, se você não é o maior fã do tradicional peixe servido na Páscoa e prefere outros tipos de carnes, o cordeiro poderá ser uma excelente escolha. Neste caso, harmonize com vinhos que apresentem sabores mais intensos e com maior concentração de taninos. Um dos mais expressivos exemplares da Casa Valduga é o Villa-Lobos Cabernet Sauvignon, com seus 12 meses em barricas de carvalho francês de primeiro uso, além de ser elaborado em safras excepcionais.

Depois da refeição, é hora de correr para a sobremesa. E é claro que nada combina tão bem com Páscoa quanto o chocolate. Ovos, tortas ou bolos… não importa o que seja, contanto que esteja acompanhado de uma bela taça de vinho licoroso para fechar a refeição com chave de ouro.

Com notável complexidade e elegância, o vinho licoroso tinto Casa Valduga 1875 apresenta notas de frutas negras maduras, especiarias doces, além de toques de tabaco e cacau, resultando em um bouquet fino e de grande riqueza. Pode ser perfeitamente combinado com sobremesas em que o chocolate seja a “estrela”, dando um charme final ao seu almoço.

Todos os rótulos da Casa Valduga estão disponíveis para compra no site loja.famigliavalduga.com.br.

Sobre a Casa Valduga – Localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), a Casa Valduga é reconhecida mundialmente por seu padrão de excelência e pela tradição na elaboração de vinhos e espumantes. Posicionada entre as dez maiores vinícolas do País, também foi uma das pioneiras no desenvolvimento do enoturismo, com a criação do Complexo Enoturístico Casa Valduga. Mais informações: www.casavalduga.com.br.


Tags:,



Elite Magazine
A Revista Elite há 18 anos cria e acompanha as tendências do mercado de luxo.




Post Anterior

Samsung apresenta refrigerador IBACI: um “French Door de Verdade”

Próximo Post

Resort All-Inclusive: Uma maneira diferenciada de ter do bom e do melhor





Você também pode gostar de



0 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais histórias

Samsung apresenta refrigerador IBACI: um “French Door de Verdade”

Com alta capacidade, produto oferece amplo espaço interno e prateleiras mais profundas, além do menor consumo de energia...

18/04/2019