top of page

Em Madri, Brasil recebe prêmio de melhor destino turístico do mundo

capital-da-espanha.webp

Premiação foi realizada no primeiro dia da Feira Internacional de Turismo, realizada anualmente na capital espanhola
 

O primeiro dia da principal feira do mercado ibero-americano, a Fitur, foi marcado pela premiação do Brasil como melhor destino do mundo em 2024. O prêmio da Federação Espanhola de Jornalistas e Escritores de Turismo (FIJET) foi entregue nesta quarta-feira (24.01) pelo presidente da entidade, Miguel Ángel González, ao ministro do Turismo, Celso Sabino e ao presidente da Embratur, Marcelo Freixo. Ainda estavam presentes os deputados federais Amanda Gentil (PP-MA) e Alien Machado (PV-PR).

Realizada em Madri, na Espanha, a Feira Internacional do Turismo (FITUR) é organizada pela Instituição de Feiras de Madri (IFEMA) e ficará aberta ao público até domingo, 28 de janeiro. Estão previstos 8,5 mil expositores e 136 mil profissionais, além de um público estimado de 86 mil visitantes. O evento tem impacto econômico de U€ 330 milhões.
 

Em um estande de 308 m2, o Brasil promove a gastronomia nacional, a cultura e as belezas naturais do país. Também disponibiliza um espaço para a captação de investimentos e novos negócios. Em 2022, o Brasil recebeu 83,7 mil turistas espanhóis, já em 2023 esse número cresceu para 114.096 mil viajantes espanhóis.

"Essa premiação é motivo de enorme orgulho para a equipe do Ministério do Turismo e da Embratur e mostra que o mundo reconhece que somos um país seguro, com estabilidade política e que dialoga com todas as nações. Temos um importante desafio de ampliar a presença de estrangeiros em nosso país, e conquistas como essa, são instrumentos importantes de promoção", comentou o ministro do Turismo, Celso Sabino.
 

PARCERIAS - O ministro Sabino se reuniu durante o dia com o vice-ministro do Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, Arturo Bravo, para tratar da elaboração de um plano de ação para cooperação técnica de promoção dos destinos e troca de experiências.
 

No encontro, o ministro falou sobre a necessidade de ampliação da conectividade turística entre os dois países e da possibilidade de haver maior integração com o escritório da Organização Mundial do Turismo (OMT) no Rio de Janeiro, que tem foco no fortalecimento da promoção conjunta dos países.
 

Outra agenda importante foi o encontro com Javier Hidalgo, representante da Globalia, e com o secretário de Turismo de Recife, Antônio Coelho, para tratar de aumento de conectividade entre a Europa e os destinos brasileiros.

bottom of page